Buscar
  • ADL

A ADL em 2017


A ADL, organização da sociedade civil, em seus 62 anos de fundação, mantém os seus objetivos na oferta do conhecimento, promoção da convivência comunitária, prática diaconal, valorização artísticas e cultural; tem na sua conjuntura operacional a atuação direta com adolescentes e jovens, de forma secundária atua com capacitações e atividades com lideranças comunitárias e comunidades.

A ADL busca complementar a educação regular (oferecida na escola pública), reforçando as áreas da ética, da cidadania, desenvolvimento comunitário, bíblico, musical e artístico assim como o protagonismo juvenil. Além de aulas, estudantes participam de grupos artísticos, visita a comunidades e realizam atividades voluntárias em instituições parceiras do município, sob acompanhamento de dois professores da ADL, para que assim percebam a importância da vivência comunitária e religiosa, do voluntariado e das práticas sociais.

A ADL em mais um ano se comprometeu em oferecer aos e as estudantes aulas com conteúdos metodológicos atrativos, hospedagem com qualidade, roupa lavada, seis refeições diárias e acompanhamento diário de plantonistas. Buscou-se novamente manter e incentivar o clima de cooperação da instituição com as famílias e os adolescentes acolhidos na ADL. Os alunos retornam por maior tempo para as suas casas apenas nos feriados e férias escolares. Sendo assim, passam a maior parte do tempo morando durante os quatro anos de formação na ADL. Por isso é obrigatório o acompanhamento de professores e plantonistas durante o tempo integral, diferenciando também o atendimento da ADL em relação a outras instituições da região. Ainda, a dinâmica da instituição incentiva momentos para avaliar a rotina e conversar sobre a convivência, valorizando o respeito e a boa relação. No ano de 2017 a ADL acolheu 73 adolescentes e finalizou o período letivo com 66 alunos/as. Entre esses, 83,3% são capixabas e também foram acolhidos estudantes dos estados do Mato Grosso, Pernambuco, Rio de Janeiro e Pará.O curso de Assistência Ministerial atraiu o interesse da maior parte dos e das estudantes do quarto ano em 2017. Ofertado para o quarto ano, esse curso possibilitou os e as estudantes refletirem e estudarem sobre a rotina de uma comunidade e sobre o fazer diaconal e da educação cristã. Sobre as formações oferecidas na ADL, o ano de 2017 manteve-se a seguinte estrutura pedagógica de formação: 1º, 2º e 3º Anos - Liderança Comunitária (2.530 horas);

4º Ano - Assistência Ministerial (160 horas);

4º Ano - Educação Musical (320 horas);

4º Ano - Educação Social (240 horas).

O que se destacou nos dois últimos anos, foi a maior aproximação da ADL com as comunidades do SESB por meio de capacitações, apresentações musicais, palestras e participação em conselhos e grupos.

O último biênio foi enriquecedor devida a inserção da ADL com a Rede de Diaconia. A Rede de Diaconia é uma proposta de articulação das instituições diaconais da IECLB, com foco no fortalecimento da atuação, formação, incidência pública e sustentabilidade.

Nesse período, ocorreu uma maior aproximação entre a ACESA e a ADL. Essa parceria está consolidando o projeto da saúde alternativa da UP Guandu, a partir de mutirões de saúde alternativa, também envolvendo estudantes e lideranças das comunidades da up em capacitações e oficinas.

Consolidamos no último ano parceira com a Multivix e criamos uma unidade junto a ADL, com finalidade de ofertar o terceiro grau, possibilitar maiores oportunidades de formação para as pessoas da região assim como para alunos interessados. Esse passo foi fundamental, pois a ADL não pode ficar parada no tempo.

Nos últimos anos foram intensas as reformas e a ampliação das estruturas das instituição, foi importante a ampliação da cozinha, galpões, banheiros e outros. Tudo isso para facilitar a realização das festas da ADL e abrir a possibilidade de locação de espaços para realização de casamentos e aniversários. Tudo isso abrindo novas possibilidades de captação de recursos .

No entanto, devemos destacar novamente, nos causa preocupação a política educacional desenvolvida pelo poder público no Estado do Espírito Santo. Nos últimos três anos foram fechadas 42 escolas no Estado. Todas elas em Distritos e Escolas do Campo. Tudo está sendo canalizado para a cidade. Essa atitude compromete a vida da nossa Igreja futura no interior. Não é diferente com a ADL, porque já tivemos que nos adaptar com horários diferentes à nossa prática, sem ao menos sermos chamados para conversar, considerando que representamos quase a metade dos alunos do Colégio Estadual Elvira Barros em Serra Pelada. Se fechar esse colégio, compromete a ADL também.

Agradecemos a toda IECLB pelo apoio. Em especial ao Sínodo Espírito Santo a Belém pelo apoio, carinho e atenção, por meio de sua Diretoria e Pastor Sinodal, sempre sensíveis e corresponsáveis pela Instituição. Agradecemos às paróquias, sempre apoiadoras da causa da ADL. Por fim, agradecemos a todas e todos que acreditam no nosso trabalho. Às equipes de todas as áreas da ADL e principalmente à Diretoria que está junto, apoiando nossas ações e defendendo essa Instituição que busca despertar muitos jovens para o exercício de seus dons em prol de uma sociedade mais humana e cristã.


22 visualizações

Associação Diacônica Luterana-ADL - Telefone 27 99821-7060 - CNPJ: 27.002.542/0001-50 

  • w-facebook
  • White Instagram Icon
  • Branca Ícone Blogger
  • Branca Ícone SoundCloud
  • Branca Ícone Vkontakte
  • Twitter Clean
  • Branca ícone do YouTube
  • Spotify - Círculo Branco

© 2019 ADL · Desenvolvido por areblim. 

ieclb-2019-300x134.png
Rede-diaconia-da-IECLB.png